quinta-feira, 28 de julho de 2011

Lonely Hearts Club


Lonely Hearts Club 




Eu, Penny Lane Bloom, juro solenemente nunca mais namorar enquanto viver.
Tudo bem, talvez eu reconsidere essa decisão em dez anos, ou algo assim, quando não estiver mais morando em Parkview, Illinois, nem frequentando a escola Mckinley, mas, por hora, não quero mais saber de garotos. São todos a escória da humanidade, mentirosos e traidores.
Sim, todos eles. A essência do mal.
Claro alguns parecem ser legais, mas, assim que conseguem o que querem, dão o fora em você e partem para o próximo alvo.
Então, cansei.
Chega de namorar.

Fim.




A resenha de um livro leve e doce para ler. Penny Lane, nome dado a ela como homenagem a uma canção dos Beatles, se revolta contra todos os meninos depois de ter seu coração partido e ter sofrido humilhação. Assim, ela faz a promessa de nunca mais namorar. Quer dizer, nunca mais namorar, enquanto estivesse na escola Mckinley. Quando ela fala sua ideia para as amigas, cada uma esboça uma reação. Algumas acham que ela está louca, outras concordam plenamente, pois também já estão cansadas de sofrerem, de darem tanta importância e valor aos garotos, esquecendo delas mesmas.

Até que Penny resolve criar um clube, da qual as meninas que não querem mais namorar, decidem esquecer de todos os garotos e curtir a vida entre as amigas, colocando-se sempre em primeiro lugar. Sua melhor amiga Tracy, de inicio não aceitou, mas logo se juntou ao grupe de meninas. E as primeiras e legítimas integrantes do clube eram: Penny, Tracy e Diane.  Diane, há vários anos atrás, era a melhor amiga de Penny. Mas, depois que começou a namorar o menino mais bonito e popular da escola, cortou as amizades, para entrar no grupo dos “populares”. Alguns anos depois, ela e o menino terminam, e ela se confessa pra Penny, falando o porquê de ter se isolado, e pede desculpas por tê-la ignorado. Depois de Penny saber de todas as verdades, inevitavelmente elas voltam a ser amigas.  Um dia, Penny estava ouvindo a músicas “ Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band” dos Beatles, e foi assim que ela teve a ideia de chamar o grupo de Lonely Hearts Club. O que afinal, se encaixa perfeitamente, não é?  Já deu pra perceber que os Beatles são muito citados, certos? Mas é porque Penny e sua família são fãs de carteirinha da banda.
Lonely Hearts Club, é uma leitura bem leve, doce, e que gostei bastante. As meninas se divertem tanto sozinhas, vão atrás de seus sonhos, revêem seus princípios, começam a gostar mais de si mesmas do jeito que são, riem, conseguem realizar seus desejos... Ou seja, como a própria capa do livro diz: Nenhuma menina precisa de um namorado para ser feliz. Acho que foi por isso que gostei de ler este livro. Eu vejo tantas meninas, e até mesmo amigas minhas desesperando-se e depressivas por causa de , ou a procura de um namorado. E agora vou dizer umas das frases mais clichês (mas verdadeira) “ O amor vem quando a gente menos espera”.  Quando for a hora certa você achará quem realmente goste de você, e que seja a pessoa certa. Isso vale tanto para as meninas, quanto para os meninos. E é por isso que eu vivo falando, e continuo com a mesma ideia do post sobre o dia dos namorados. Além do mais Penny é super engraçada e eu me encantei com sua amiga Tracy. Eu ri tanto com ela. E poxa, ela era muito esperta! Outras coisas que gostaria de constatar: Amei a capa, que foi inspirada em um álbum dos Beatles. E na abertura de cada capítulo tem uma frase de uma das músicas da banda, junto com uma guitarra ou um coração. Amei *-* Ponto positivos por isso. Não conhecia esta autora, mas gostei dela. O modo que ela escreve, é totalmente suave, que não te deixa entediada ou com imensa vontade de dormir. Ela consegue manter seu foco no livro.
Enfim, indico. 
Como eu tinha dito em alguns posts atrás, eu falei que iria tirar foto das páginas pra mostrarem pra vocês *-* Então, aqui está: 

É isso. O que acharam? As páginas não são fofinhas? *-* Espero que gostem do livro. E se alguém ler, me avise hein? 
Muitos beijos. 
@lulu_espindola




Luana Espindola

Um comentário:

  1. Você que escreve os livros ? *o* oweioweiwoeiw .-.

    ResponderExcluir